.a opinião alheia.

Essa história de que alguém “liga o foda-se” e não se importa com a opinião dos outros é tudo mentira!
Pode ser o alguém mais insano do mundo, no fundo, no fundo, ele se importa SIM, nem que ele use apenas 1% de sua atenção pra isso…

Experimente chegar pra qualquer um e dizer “ah, já me falaram muitos sobre você.” a resposta imetiada vai ser: “sério? e o que te falaram?” ou algo parecido.
Todos se importam SIMinfelizmente -, mas a diferença é que: existem pessoas que MUDAM por essas alheias opiniões e pessoas que somente ouvem, mas a personalidade fala mais alto, tomando conta de todo o seu corpo, dizendo a frase “eu sou sinceiro com o meu verdadeiro ser“.

– Ozzim, L.

.analise-as.

Se você observar BEM, mas bem MESMO, vai perceber diversas coisas nas pessoas.
Vai reparar nos diferentes modos que as pessoas têm de conseguir seus objetivos, de ver os caminhos disponíveis à sua frente, nos diferentes modos que cada um tem de seduzir a vida.
Mas o principal é como as expressões que você faz andam juntas com as intenções que você tem, sobre algo, sobre alguém.


O importante não é focar em pessoas de boas intenções, e sim nas pessoas que usam outras como degraus, para pisar e subir na vida de alguma forma. Monitorando algumas mentes e fazendo com que alguém dê um empuxo para cima sem perceber.
Por esse motivo, você tem que estar com os DOIS olhos bem abertos, porque na vida não se pode confiar em todo mundo – santa ingenuidade! -, por todo canto há alguém esperando pra te derrubar, pra puxar o teu tapete. Mas não vale a pena ficar desconfiando do mundo todo também, pois há pessoas na vida, que valem por um bilhão de manipuladores.

– Ozzim, L.

.o inevitável.

Você pode até tentar evitar, indo pelo caminho contrário, que ache que não irá acontecer…
Mas o certo é que: não irá acontecer… do mesmo modo!
O que estou querendo dizer é: de um jeito ou de outro, por um caminho ou por outro, “o que é seu, seu sempre será, está guardado pra você e isso ninguém tira“.
(a frase entre aspas foi retirada de uma música da banda fake number, chamada quando chegar)

– Ozzim, L.

.proibido é bem melhor!.

Pode ser algo que, se fosse permitido, você nem daria tanta importância, mas só por ser proibido se torna tão divertido pra você!
É automático, o seu cérebro diz “proibido, mas bem melhor assim“, porque todo mundo gosta de correr algum risco.
Se você faz um regime, um bolo de chocolate se torna muito mais delicioso, justamente porque não deve come-lo.


E se você não pode se apaixonar por alguém, por julgá-la a pessoa errada pra você então? é aí que a pessoa se torna mais apaixonante e você gosta mais dela do que o normal.
E sabe por que isso acontece? Porque se você se permitisse ao ato, isso se tornaria repetitivo, sem graça nenhuma e o comum é sempre um saco!
Por que afinal, o que é a vida sem riscos?

– Ozzim, L.