.o nunca e o sempre.

As palavras “nunca” e “sempre” deveriam ser EXTINTAS do nosso vocabulário – inclusive do dicionário -,já que o pra sempre sempre acaba e nunca se pode dizer nunca.
Que graça a vida tem se não pudermos ter a certeza de que NUNCA iremos fazer algo que provavelmente iremos fazer ou se não pudemos acreditar que alguém vai ficar pra SEMPRE ao nosso lado? que graça tem?

– Ozzim, L.

.apenas alguns valores.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.
Portanto, plante seu jardim e decorre sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

( Willian Shakespeare)

– Ozzim, L.

.a natureza e o ser humano.

Têm coisas que poucas pessoas percebem. Por exemplo: nós, a maioria de nós principalmente da cidade grande, criamos um ABISMO entre o ser humano e a natureza.
Ver uma barata é motivo para gritar, fugir e matá-la, como se ela fosse um dinossauro ou coisa assim.
Seguir uma trilha é motivo pra colocar botas, um gps nas mãos e jalecos super protetores, como se fosse o caminho mais perigoso do mundo.

Além disso, nos achamos super inteligentes com nossa tecnologia avançada, esquecemos que os índios conseguem curar doenças que nós, com todos recursos tecnológicos não sabemos nem por onde começa a cura.
O pior é saber que eles retiram a solução para problemas de saúde da PRÓPRIA natureza, ou seja, os índios criaram uma sintonia, onde conseguem viver tranquilamente COM ela e não CONTRA ela.
E é isso que todos os seres humanos precisavam fazer, um laço com a natureza e não se afastar dela, julgando a tecnologia melhor que os recursos naturais.
Afinal: o seu corpo sobrevive sem computador?
agora, o seu corpo fica de pé sem ÁGUA?

– Ozzim, L.

.além do que é material, se encontra alegria!.

O negócio hoje é procurar felicidade nos valores materiais!
Esquecer que existem coisas de muito mais qualidade e que são capazes de retribuir uma felicidade natural, que não precisam ser industrializadas ou modeladas em caixinhas de papelão.

Esquecer que no ‘além do que é material se encontra alegria‘, porque você não precisa apertar o botão pra ele sentir que precisa ser ligado, não precisa carregar a bateria pra funcionar outra vez.
E é disso tudo que a gente vai esquecendo:
De “quando a mãe natureza te devolve a calma.”
Do “o barulho da chuva que te lava a alma.”
Esquece que caixão não tem gaveta e que dessa passagem, a aprendizagem é a ÚNICA bagagem levada!”

– Ozzim, L.