. .

“Se ela te fala assim, com tantos rodeios, é pra te seduzir e te ver buscando o sentido daquilo que você ouviria displicentemente. Se ela te fosse direta, você a rejeitaria.”

Image

- Rodrigo Amarante.
Anúncios

.essas crianças….

Se apaixonar é como ser criança, na maioria das vezes.
De vez em quando, você fica chato e mimado. Você tem vontade de pular na cama de molas do seus pais sem parar, com um sorriso de orelha a orelha, de tanta felicidade que existe aí dentro. Aí você chora sem ter vergonha nenhuma e diz o que tem que dizer sem se sentir encabulado.


O pior de tudo é que você só quer brincar com um brinquedo só, a vida te oferece vários outros, e este pode fazer o mesmo barulhinho, tocar a mesma buzininha e balançar a mão direita como o primeiro, mas você só quer aquele, o mais alto da estante de brinquedos da loja.
Berra lá pra sua mãe, pro seu pai, e se eles não quiserem te dar, você balança a estante, até ele cair em cima de você e aí você vê se tem braços o suficiente pra conseguir abraçar a caixa e sair correndo da loja.

– Ozzim, L.

.abre aspas.

“Eu não quero um namoro normal. Eu não quero alguém que me complete. Eu quero sim indiferenças, quero alguém que brigue comigo quando fizer algo de errado, quero alguém que dispute comigo o controle remoto, quero alguém pra quem eu possa contar minhas ansiedades, alguém pra confiar tudo. Quero que nos olhem e tentem deduzir se somos namorados ou apenas melhores amigos, e mal saberão, que somos os dois…”

.o ciclo.

Você não tem.
Você passa a ter.
Você não percebe que não consegue mais não ter.
Você perde.
Você percebe que não consegue mais não ter.
Isso porque você não lembra de como era quando não tinha, de tão forte que foi o que você teve.
(…)
E tudo volta a estaca zero.
Começa tudo outra vez.
(…)

Você não tem.
Você passa a ter
O tempo “cura” todas as dores, mas não pode te fazer esquecer por completo.
Quantas vezes você passou por esse MESMO ciclo e cada vez que passou foi de uma forma diferente?
Você pode passar por ele outras e outras vezes, mas vai levar o que aprendeu com o ciclo anterior.

– Ozzim, L.

.

Não importa o quanto de experiência você tem, as pessoas ainda vão ser capazes de te surpreender.
As pessoas são diferentes, você acha que sabe de tudo, mas sempre tem algo pra aprender com alguém.

– Ozzim, L.

.mantenha-se vivo.

Por que as pessoas insistem em manter as outras vivas, quando estão quase pedindo pra deixá-las ir? só por amor? ISSO é amor?
A morte não deve ser encarada dessa forma, é normal as pessoas irem, é o ciclo da vida. Nascer, crescer e morrer, não é? É isso!
Se o mundo não tivesse tanta tecnologia, as pessoas iam morrer na hora que devia ser e pronto! Ninguém ia ficar na cama da UTI sofrendo, recebendo visitas todos os dias.
O pior é a esperança que essas visitas criam da pessoa ‘reviver‘, tudo por amor, puro amor.

ISSO é amor? Amor é você deixar a pessoa que você ama ir, com a certeza de que ela nunca te deixou (e nem vai te deixar), por tudo que ela fez por você enquanto viveu, tudo por amor, puro amor!

– Ozzim, L.


		

.perder mais.

‎”Ao perder a ti, tu e eu perdemos.
Eu porque tu eras a que eu mais amava
E tu porque eu era o que te amava mais.
Contudo, de nós dois, tu perdeste mais do que eu
Porque eu poderei amar outras pessoas como amava a ti
Mas a ti não te amarão como te amei eu.”

Ernesto Gardenal