.o que existe entre você e alguém X o olhar que existe lá fora.

Algumas riquezas não têm necessidade de serem exibidas.
Só as pessoas envolvidas precisam saber o que existe entre você e o seus pais, você e o(a) seu(sua) melhor amigo(a) ou até mesmo você e o(a) sua(seu) namorado(a).
Porque a partir do momento que você exibe o que existe entre alguém e você para o mundo, está sujeito às opiniões alheias, boas e ruins, sobre o que está exibindo e é daí que surgem os mais comuns motivos para acabar tudo, caso uma pessoa for frágil demais a essas opiniões.


Acabar tudo o que existe sabendo que se não fosse escandalosamente exibido, não precisaria se acabar é inútil demais, porque um pote de ouro não se encontra em qualquer esquina.
E então quando encontrar o seu, se não estiver preparado para o olhar da sociedade, lembre-se que ninguém precisa saber o que está acontecendo entre você e alguém, porque a riqueza que vocês têm, só vocês conseguem e precisam perceber.

– Ozzim, L.

.nada se esquece!.

Como se duas pessoas escrevessem o inesquecível com lápis 6B, e quando uma mão se solta, o lápis vacila e cai. Aí você tenta apagar, pode ser com a melhor borracha que existe, sempre ficam marcas das palavras.
E quando a fraqueza faz presença, tentar reler é inevitável e você é o que melhor entende essas marcas, mesmo não sendo nítidas. Se lembra de como as coisas eram quando tudo fazia sentido.

A fraqueza é passageira – SORTE! – agora é a parte da coragem fazer presença. Largar a borracha e apanhar o lápis outra vez, para escrever o começo de outra história.
Mas não faça isso com a intenção de esquecer COMPLETAMENTE o que você TENTOU apagar e sim com a intenção de preencher um buraco que se formou dentro do seu corpo.
Pois no final: “todos se acostumam com a falta, mas esquecer é IMPOSSÍVEL!

– Ozzim, L.

.BLAH!

Às vezes, você só tem que ter um certo orgulho de ser careta e dizer:

Sou careta. Drogas? BLAH


Fraqueza. Ninguém precisa disso pra ser ‘mais’ feliz, pra se sentir melhor, você é MELHOR sem a ajuda de drogas. Confie em você e não em quem você é quando usa algo! A partir do momento que se torna um vício, você perde a sua liberdade!

– Ozzim, L.

ps: com o tempo, você descobre que, algumas pessoas que encontra na vida, te fazem mais feliz do que todos os efeitos de uma droga qualquer. (;